top of page
  • Foto do escritorLou Studio

Quatro passos para escolher uma produtora de vídeos

Se você está lendo este artigo é porque está prestes a criar algum conteúdo audiovisual e está em dúvida sobre qual produtora de vídeo deve escolher para colocar em prática o seu projeto. Seja um vídeo institucional, publicitário, manifesto, motion design e entre tantos outros tipos de vídeos que existem. Sempre nos deparamos com um dilema muito comum.


Quem contratar para fazer esse serviço?

Imagem de  uma produção de vídeos profissional sendo feita
Imagem de produção de vídeos

Bom, vamos lá, irei tentar te ajudar a tomar essa decisão da melhor forma, elencando aqui alguns tópicos:


                     1- Portfólio

                     2- Preço

                     3- Prazo

                     4- Acompanhamento


1 - Portfólio


Vamos começar falando do ponto que acredito ser o mais importante. O portfólio!

Antes de contratar qualquer serviço audiovisual, primeiro é necessário conhecer os materiais que a empresa já criou para outros clientes. Não escolha fazer vídeos com uma empresa ou profissional que não tenha como comprovar a experiência dele no mercado. Por dois motivos:

O primeiro motivo seria pela sua expectativa em relação ao material que quer criar.

Vamos supor que você pretende criar um vídeo incrível institucional para a sua empresa, talvez você já tenha até escrito um rascunho de como gostaria que fosse o vídeo e tem até algumas referências de alguns vídeos legais que viu de outras empresas. E então você contrata uma produtora que diz “saber fazer” um vídeo como desejado, você investe o seu dinheiro e espera todo o tempo de produção para no final ficar com um vídeo que não ficou legal. Isso seria muito ruim, não é mesmo? A melhor forma de evitar esse desapontamento com certeza ainda é pedir um portfólio.


E o segundo motivo se dá por conta do valor que será cobrado. Pode ser que você queira fazer um vídeo de animação 2D, porém acaba conversando com uma produtora de vídeos convencional que na verdade está acostumada apenas a operar com gravações de câmeras e edição de vídeos.

No momento de mostrar o seu projeto para essa empresa, ela não irá dizer que não sabe fazer ou que não trabalha com esse tipo de vídeo, é mais comum entre as produtoras afirmarem que trabalham com esse tipo de demanda e posteriormente terceirizar o seu trabalho para outros profissionais ou empresas especializadas nesse tipo de vídeo. Então com certeza o valor será maior.


2 - Preço


Não existe uma tabela específica de valores para vídeos, cada produtora tem seus critérios. Mas vou te ajudar a ter uma noção de como funciona e como evitar custos desnecessários.


Saiba o que você realmente deseja fazer: Na hora de fazer um orçamento, deixe o seu projeto o mais evoluído possível. Mesmo não tendo a expertise de criar vídeos, com certeza ninguém entende melhor o seu negócio do que você.

    Elabore um pequeno roteiro, uma espécie de esboço que chamamos de “briefing”. Isso ajuda bastante na contratação de um serviço. Escreva qual tipo de vídeo gostaria de fazer, o que gostaria de mostrar nesse vídeo, se quer contratar uma locução, se será uma animação ou um vídeo gravado na sua empresa. E mais importante ainda, invista algumas horas do seu tempo pesquisando alguns vídeos na internet que possam servir como referências na hora de orçar com uma produtora. Essa etapa geralmente tende a baixar o custo pois mostra sua segurança no que quer, e que existe uma experiência inicial sobre a demanda.


E vamos supor que você tenha uma empresa e gostaria de filmar o fluxo de trabalho no dia a dia. Nesse caso sempre opte por uma produtora que esteja o mais próximo geograficamente. Pois quando há necessidade de deslocamento de equipamentos e equipe, com certeza esse custo irá encarecer o seu projeto.


E por último, peça um descritivo do que está sendo cobrado. Um orçamento com uma tabela.

   Vamos supor que você queira produzir uma animação 2D e a produtora te envia um orçamento de mil reais. Esse orçamento precisa estar composto em uma tabela. Exija isso, como nesse exemplo:

    Animação 2D R$ 1.000,00 sendo deste total R$ 300,00 para a locução + R$ 150,00 para trilha sonora + R$ 250,00 para design + R$ 300,00 para animação.

  Tendo em mãos os valores de cada etapa, você adquire autonomia para negociação, como nesse exemplo acima, a locução está custando R$ 300,00. Você poderia encontrar um locutor mais barato por conta própria, que poderia custar em torno de R$ 100,00 e ganhar um desconto na produção de R$ 200,00.


3/4 - Prazo + Acompanhamento


Esse foi o único título em que juntei os dois tópicos. Acontece que esses dois assuntos estão relacionados e são de extrema importância. O prazo é a maior dor de se contratar um vídeo.

Então para melhorar a sua experiência existem alguns fatores que influenciam.

 Para não acontecer de contratar um vídeo e a produtora te fornecer um prazo de 30 dias e após os 30 dias, vamos supor que você não gostou do resultado final e faz uma lista de ajustes que gostaria de pedir. Então a produtora te da um novo prazo de mais 30 dias para entregar o seu conteúdo ajustado. No final das contas você achou que teria um vídeo em 30 dias, porém ele realmente ficou pronto apenas em 60 dias.

     Isso poderia frustrar alguma programação, como em vezes que você está fazendo um vídeo porque gostaria mostrar em um evento com uma data específica.

   Para isso não acontecer, não contrate nenhum material de uma produtora de vídeos ou estúdio de animação que não tenha um método transparente de como será possível acompanhar cada etapa do seu projeto do início ao fim.



Espero ter te ajudado nessa etapa de como contratar uma produtora para os seus vídeos. Esse conteúdo foi escrito pela Lou Studio. E todas as etapas acima mencionadas, a nossa produtora poderá te atender com excelência. Para entrar em contato e conhecer mais sobre o nosso trabalho acesse: loustudios.com.br.


Comments


bottom of page